CSI e mil novas câmeras ampliam segurança em toda a cidade

Vanguarda em diversas áreas, São José dos Campos ingressou definitivamente na nova era do desenvolvimento sustentável, usando a tecnologia para melhorar a vida das pessoas, principalmente na área de segurança pública.

CSI (Centro de Segurança e Inteligência) começou a funcionar nesta semana no Parque Tecnológico, na zona leste, substituindo o COI (Centro de Operações Integradas).

O novo sistema possui mil novas câmeras de vigilância, mais que o dobro das 493 anteriores.

CSI (Centro de Segurança e Inteligência)

A implantação do CSI integra o Plano de Gestão 2021-2024 e é mais uma ação do programa São José Unida, que reúne as forças de segurança e garantiu que a cidade registrasse em 2019 e 2020 os menores índices de criminalidade dos últimos 19 anos.

Na primeira semana de funcionamento, o novo centro de segurança já recebeu visitas de lideranças da área de segurança pública de outras cidades.

“Visitei o CSI e fiquei impressionado. É um centro de excelência e coisa de primeiro mundo. Vamos implantar um modelo semelhante em nossa cidade”, disse o secretário de Segurança Pública de Ibiúna (SP), Marcelo Martins Ferreira.

Aprovação popular

Munícipes de São José e representantes das forças de segurança que estão trabalhando no CSI consideram que o novo sistema ampliará a segurança no município.

“Toda tecnologia é muito válida, ainda mais na área de segurança. Com o CSI e as novas câmeras, acredito que a segurança de São José vai melhorar ainda mais”, afirmou a dona de casa Pâmela Borges, que tem 32 anos e mora na Vila Tesouro, na zona leste.

“Quando foi criado, o COI foi referência em todo o país. Mas com o CSI teremos um grande avanço. Estou muito motivado para trabalhar com este novo sistema inteligente e com tecnologia de ponta”, disse o cabo da Polícia Militar João Marcos de Abreu Alves, que tem 47 anos e trabalhou 4 anos no COI.

Novo sistema integra as ações do programa São José Unida

Cidade Inteligente

As mil novas câmeras contam com inteligência e reconhecimento facial e foram instaladas em toda a cidade. Elas também permitem interligação semafórica e internet gratuita à população nas praças, parques e prédios públicos, como escolas, unidades de saúde, poliesportivos e Casas do Idoso.

Trata-se do melhor projeto de segurança do país na atualidade. O Cidade Inteligente (SCaaS – Smart City as a Service) é um conjunto de ações inovadoras que serão utilizadas para otimizar a segurança pública por meio de recursos de inteligência e dados digitais.

A novidade beneficia também setores como Mobilidade Urbana, Saúde, Educação, Defesa Civil, Bombeiros, Guarda Civil Municipal e polícias Civil e Militar, Polícia Federal e polícias rodoviárias Estadual e Federal, fazendo com que as pessoas tenham mais qualidade de vida.

Qualidade

As novas câmeras produzem imagens em full HD, sendo algumas delas com visão geral panorâmica.

As imagens contemplam o serviço de inteligência, possibilitando ainda o reconhecimento facial e leitura de placas de veículos. As imagens são salvas com data, hora e local, o que permite o registro de ocorrências em tempo real.

A ferramenta também permite detectar estacionamento ilegal e observar a concentração de pessoas dentro de um grande evento para melhor planejar a segurança de todos.

Raio X 

• 31 câmeras panorâmicas
• 431 câmeras Dome’s (360º)
• 538 câmeras fixas
• 295 pontos de internet gratuita
• 151 unidades da Prefeitura interligadas (ainda mais agilidade nos atendimentos)
• 839 salas de aula conectadas
• 4 unidades da Casa do Idoso interligadas
• 60 unidades interligadas (parques, unidades esportivas e poliesportivos)
• 64 hospitais e UBS’s

COI (Centro de Operações Integradas)

Com a implantação do CSI e das mil câmeras em toda a cidade garantirá avanços na segurança pública – Foto: Adenir Britto/PMSJC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *